Posicionamento internacional de produtos e serviços com atributos de sustentabilidade é pauta de oficina

Primeira fase do ciclo 2014 do projeto ICV Global reuniu micro e pequenas empresas selecionadas para discutir como a sustentabilidade pode ser um diferencial estratégico na hora de competir no mercado internacional 14/08/2014
COMPARTILHE

Bruno Toledo

O projeto Inovação e Sustentabilidade nas Cadeias Globais de Valor (ICV Global), iniciativa do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP (GVces) e da Apex-Brasil, deu continuidade à sua etapa de mentoring nos meses de abril e maio, com a realização de mais duas oficinas de capacitação para as empresas participantes desta ação.

O objetivo deste projeto é capacitar MPEs, que representam um volume bastante abrangente do universo empresarial brasileiro, para competirem no mercado internacional a partir de atributos de inovação e sustentabilidade, contribuindo para fortalecer a imagem do Brasil competitivo. Nesta fase de mentoring, concluída em maio passado, as MPMEs selecionadas participaram de um processo intenso de capacitação em sustentabilidade, visando fortalecer seus negócios e desenvolver os atributos necessários para o posicionamento estratégico e diferenciado junto a mercados importantes para seus produtos e serviços. Conheça as empresas selecionadas para o projeto aqui.

A proposta da 1ª Oficina foi conhecer e diagnosticar a estratégia de posicionamento dos produtos e serviços das empresas em mercados internacionais de interesse , ao passo que as duas oficinas posteriores aprofundaram esta análise. Saiba como foi a primeira oficina, realizada em março, aqui.

A 2ª oficina, realizada entre 28 e 29 de abril, teve como objetivo instrumentalizar as empresas para a realização do plano de ação estratégico de cada organização, num trabalho que contemplou dinâmicas de priorização de mercados alvo e exercícios voltados à preparação da empresa em seu processo de internacionalização.

Além disso, a oficina também trouxe a apresentação do estudo de padrões internacionais de sustentabilidade em mercados-chave para os diferentes segmentos das empresas participantes, atividade conduzida pela equipe do programa do GVces Consumo Sustentável, e a aplicação de um questionário para diagnóstico de sustentabilidade das empresas membro do projeto.

“Este questionário oferece às empresas a possibilidade de compreenderem os avanços a serem feitos em diferentes temas da sustentabilidade empresarial”, explica Ana Coelho, gestora do projeto ICV Global. “Não adianta uma empresa possuir atributos de sustentabilidade em seus produtos e serviços se seu comportamento e práticas empresariais não forem orientados por esse mesmo diferencial”.

 

 

Já na 3ª oficina, realizada entre 27 e 28 de maio passado, a proposta era capacitar as empresas na elaboração de seus planos estratégicos de ação, consolidar diagnósticos de sustentabilidade e simular a interação dessas MPEs com potenciais compradores estrangeiros.

Assim, além de finalizar o processo de análise sobre o posicionamento de cada empresa no que tange à sustentabilidade, as empresas também vivenciaram uma primeira experiência simulada de apresentação de seus produtos e serviços para potenciais compradores internacionais . Para empresas que ainda não possuem um histórico de interação com este tipo de mercado, a simulação foi uma experiência importante no processo de mentoring conduzido pelo ICV Global, um momento para testar abordagens e identificar melhorias necessárias.

“Todas as empresas possuem propostas de valor muito envolventes, mas para ser mais assertivo em atividades de promoção comercial é necessário segmentá-las por mercado, por cliente, e investir bastante na estratégia de comunicação, se utilizando de vídeos curtos e material comercial de uma página”, comentou Juarez Leal, gerente de internacionalização da Apex-Brasil.

 

 

Concluída a fase de mentoring, três empresas membro de ICV Global tiveram a oportunidade de participar de uma rodada de negócios durante a realização da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, com apoio da Apex-Brasil e da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA). Representantes de cada empresa selecionada tiveram direito a um ingresso para um jogo em São Paulo com acesso à área de hospitality - um espaço exclusivo na área externa de cada estádio -, com catering e ações promocionais de produtos brasileiros. , Essa ação também incluiu uma série de atividades junto a compradores internacionais, visitas a redes de cafeterias, fazendas produtoras de café e cooperativas.

 

Os trabalhos de ICV Global continuam depois da fase de mentoring, com a realização de quatro oficinas de aceleração de impacto, que serão realizadas entre julho e outubro. A aceleração de impacto consiste em uma plataforma de aconselhamento das MPEs selecionadas, de forma a prepará-las para o diálogo com compradores estrangeiros. Saiba mais sobre as fases de trabalho do Ciclo 2014 do projeto ICV Global aqui.