Missão comercial leva empresas do ICV Global para a Colômbia

Etapa importante do projeto ICV Global, a missão comercial possibilita uma aproximação com potenciais clientes em mercados estrangeiros estratégicos 23/11/2016
COMPARTILHE

Representantes de empresas participantes de ICV Global durante a missão comercial na Colômbia (Divulgação GVces)
Por Bruno Toledo (GVces)
 

Para uma empresa empreender uma estratégia bem-sucedida de internacionalização de seus negócios, é fundamental que ela conheça apropriadamente o mercado consumidor externo no qual pretende atuar. Isso não se resume apenas a entender como funciona esse mercado, mas também saber mais sobre as características socioculturais desse público-alvo, sobre os valores e interesses atrelados à demanda por um determinado produto ou serviço e sobre os desafios que mesmo empresas locais enfrentam para ter sucesso nesse mercado.

Por isso, um dos momentos mais importantes do processo de internacionalização de uma empresa é a missão comercial, uma viagem de campo que permite a ela ter contato direto com a realidade do mercado externo alvo e dialogar com atores locais de interesse para o seu negócio.

Com isso em mente, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP (GVces) organizaram entre os dias 15 e 18 de novembro uma missão comercial para algumas das micro e pequenas empresas (MPE) participantes do projeto Inovação e Sustentabilidade nas Cadeias Globais de Valor (ICV Global). Esta primeira viagem de campo teve como destino a Colômbia, um país identificado pela equipe da Apex-Brasil como mercado estratégico para essas MPE participantes do ICV Global.

"Esta missão nos revelou um país com muitas oportunidades e com um ecossistema de inovação bastante alinhado com o perfil das empresas participantes do ICV Global", explica Paulo Branco, vice coordenador do GVces, parceiro da Apex-Brasil na gestão do projeto ICV Global.

Sete das 31 MPE participantes desse ciclo do ICV Global participaram da missão à Colômbia – Banco de Tecidos, Bio Vegan, EDB Polióis Vegetais do Brasil, Engpiso, Heide Extratos Vegetais, Lap Mosaicos, e Sigo Homeopatia. Essas empresas visitaram instituições de pesquisa, incubadoras de negócios inovadores e empresas nas cidades de Bogotá e Medellín.

No roteiro de viagem das empresas do ICV Global na Colômbia, que começou em Bogotá, elas participaram de rodas de conversa com representantes do setor privado, governo e sociedade civil, quando conheceram mais sobre a economia colombiana e o ambiente nacional para inovação e empreendedorismo. Na capital colombiana, os participantes também fizeram visitas ao varejo local. Em Medellín, os participantes conversaram com empreendedores e inovadores no hub de inovação Ruta N, além de visitarem o Grupo Nutresa e a Universidade EAFIT. Para os que puderam ficar em Medellín no final de semana, foi possível vivenciar um pouco das incríveis inovações sociais que estão em curso na cidade, como o sistema de mobilidade urbana e a integração das comunidades da periferia com o conjunto da cidade.   

Participantes da missão comercial de ICV Global à Colômbia em frente ao Ruta N, em Medellín (Divulgação GVces)


“Participar dessa missão na Colômbia ampliou nossos horizontes”, afirma Rita Carmona, da Lap Mosaicos. “Conhecer o mercado para o qual deseja comercializar seus produtos é fundamental. Vivenciar a cultura, a inovação em todos os setores, o varejo e a forma de fazer negócios é vital para o sucesso do projeto de exportação de qualquer empresa”.

"A missão na Colômbia foi uma oportunidade para conhecer um país que tem alguns desafios semelhantes ao Brasil, mas que, apesar disso, segue crescendo 4 a 5% ao ano nos últimos tempos, com um foco em inovação e meio ambiente mais avançado do que vemos no Brasil", aponta Ricardo Tatesuzi de Sousa, diretor executivo da EDB Polióis Vegetais. "A Colômbia oferece oportunidades excelentes de negócio para as empresas brasileiras e de parcerias com organizações locais para aproveitar o potencial do país como ponte para o mercado consumidor dos Estados Unidos".

A missão também foi importante para que as MPE participantes do ICV Global prospectassem novas possibilidades comerciais no país. "Participar desta missão para a Colômbia foi uma grande oportunidade de aprendizado e contatos. Fomos com o coração aberto e espírito empreendedor para captar tudo de melhor para nossa empresa", dizem Ana Carolina e Rodrigo Heemann, empreendedores da Heide Extratos Vegetais. "Em cada palestra, pudemos constatar que o mercado colombiano está aquecido e buscando por soluções em diversas áreas, como a biotecnologia, nossa grande vocação".

Dentre as inovações visitadas em Medellín, destaque para a integração das comunidades da periferia com o resto da cidade, através de escadas rolantes interligadas com o sistema de transporte público (Divulgação GVces)
Dentre as inovações visitadas em Medellín, destaque para a integração das comunidades da periferia com o resto da cidade, através de escadas rolantes interligadas com o sistema de transporte público (Divulgação GVces)


Os participantes do ICV Global terão a oportunidade de participar ainda de uma segunda missão comercial, a ser organizada também pela Apex-Brasil e o GVces a partir da identificação de um mercado externo de interesse dessas empresas. Essa missão deve acontecer no primeiro trimestre de 2017.