Empresas concluem etapa de aceleração de impacto

Nesta fase, as micro e pequenas empresas (MPE) selecionadas pelo projeto ICV Global foram capacitadas para participar de ações comerciais e rodadas de negócio internacional 01/09/2014
COMPARTILHE

Por Milene Fukuda (GVces)

O projeto Inovação e Sustentabilidade nas Cadeias Globais de Valor (ICV Global), iniciativa do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP (GVces) e da Apex-Brasil, finalizou a etapa de aceleração de impacto com a realização de mais duas oficinas no segundo semestre de 2014.

Para ajudar na preparação de micro e pequenas empresas (MPEs) brasileiras na competição pelo mercado internacional a partir de seus atributos de inovação e sustentabilidade, a primeira oficina de aceleração de impacto auxiliou na elaboração e implementação de planos de ação, no sentido de prepará-las para projeção no mercado internacional, além de identificar oportunidades de investimentos.

Nas segunda e terceira oficinas de aceleração de impacto, o foco dos trabalhos foi no uso da comunicação e do marketing como instrumentos para facilitar o acesso a mercados estrangeiros estratégicos para essas empresas.

As atividades realizadas em outubro, na quarta oficina,tinham como objetivo aprofundar as estratégias em canais de comercialização. A primeira atividade da oficina tratou de passar atualizações sobre o Projeto Comprador BrazilianSustainableSolutions (BSS).  Em seguida, “os conteúdos focaram na definição de estratégias para o mercado internacional como joint ventures, investimento direto, fusões, aquisições e franquias, salientando vantagens e desvantagens de acordo com características específicas das empresas”, explica a gestora do projeto Ana Coelho.

A última atividade da oficina consistiu em uma rodada de atendimento individualizado com o intuito de avaliar se as empresas atendem aos requisitos elencados para a rodada de negócios com o Projeto Comprador BSS.

Na quinta e última oficina da etapa de aceleração de impacto, realizada em novembro, houve uma nova simulação de rodada de negócios. Profissionais da Apex-Brasil, do GVces e a extencionista convidada PEIEX atuaram como potenciais compradores internacionais, de acordo com domínio que possuem no tema, enquanto as micro e pequenas empresas circulavam entre as mesas, o tempo de interação estabelecido para as empresas com os compradores foi de 20 minutos. Encerrada a simulação, os compradores e empresas compartilham suas impressões e experiência. 

Próximos passos – A Apex-Brasil, com o apoio do GVces, realizará uma rodada de negócios exclusiva para as MPEs participantes do projeto, nos dias 24 a 27 de novembro de 2014. É uma grande oportunidade para gerar negócios entre as empresas nacionais e compradores internacionais que valorizam e demandam atributos de sustentabilidade.